Segunda, 14 de Outubro de 2019
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 23.12

  

Provérbios 23.12

“Dedique à disciplina o seu coração, e os seus ouvidos às palavras que dão conhecimento” (Pv 23.12 NVI).

Quando Adoniram Judson se formou na faculdade e no seminário, ele recebeu uma proposta para se tornar pastor-auxiliar de uma igreja famosa em Boston. Todos o parabenizaram, mas Judson não aceitou. “Meu trabalho não está aqui”, disse ele. “Deus está me chamando para além dos mares. Se eu ficar aqui, mesmo que eu sirva a Deus no ministério, sinto que seria apenas uma obediência parcial e eu não poderia ser feliz com isso”. Apesar de lhe custar muito, ele deixou mãe e irmã para seguir o chamado celestial. A igreja famosa de Boston continua de pé, rica e forte, mas as igrejas de Judson, na Birmânia, têm centenas de milhares de convertidos e a influência da vida dedicada do missionário é sentida em todo o mundo.

É claro que uma obra desse porte não exige apenas talento pessoal, mas extrema dedicação, tanto para a necessária preparação a fim de realizar algo de valor como pela perseverança que é preciso ter nos momentos mais difíceis que são comuns a qualquer projeto importante e relevante. Assim, Salomão dá um conselho curto, mas poderoso, que começa dizendo “dedique à disciplina o seu coração”. Em outras palavras, ele quer que seu leitor controle o coração para que ele não mande em todo o corpo conforme seus impulsos, mas de acordo com valores superiores que são nele estabelecidos e mantidos por meio da disciplina constante. Trata-se de manter uma “disposição interior” que é moldada pelo ensino da Palavra de Deus e pela direção do Espírito Santo, fazendo com que o servo do Senhor não deseje as coisas do velho homem, nem seja conduzido por impulsos pecaminosos — o que, diga-se de passagem, não é uma tarefa fácil. Por isso, uma disposição transformada precisa imperativamente ser uma marca distintiva da pessoa sábia.

O conselho continua, acrescentando a orientação de dedicar os “ouvidos às palavras que dão conhecimento”. Se o primeiro ponto aborda uma disposição interior, o segundo aponta para uma “ação prática” que faz com que o sábio busque todos os dias aprender mais de Deus a fim de servi-lo. Não se pode inventar um modo de servir e obedecer ao Senhor. É preciso seguir suas ordens específicas registradas nas Escrituras, pois é o mestre quem define o trabalho e não o discípulo. É por isso que o sábio, de coração transformado, quer que sua mente também se encha com a influência divina em sua vida para que seus membros pratiquem o que Deus deseja. Resumindo, um servo completo se faz pela dedicação com que se dispõe a buscar e servir a Deus — ainda que ele tenha sido salvo por causa da exclusiva vontade e obra de Deus na pessoa de Jesus Cristo. Portanto, olhe para o espelho e se pergunte a que você tem mais se dedicado em sua vida. A resposta automaticamente lhe mostrará o que precisa ser mudado para que sua vida seja tão relevante como a de Adoniram Judson.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.