Terça, 20 de Agosto de 2019
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 22.17-21

  

Provérbios 22.17-21

“Preste atenção e ouça os ditados dos sábios; aplique o coração ao meu ensino. Será uma satisfação guardá-los no íntimo e tê-los todos na ponta da língua. Para que você confie no Senhor, a você hoje ensinarei. Já não lhe escrevi conselhos e instruções, ensinando-lhe palavras dignas de confiança, para que você responda com a verdade a quem o enviou?” (Pv 22.17-21 NVI). 

Existe um ditado oriental muito interessante sobre a sabedoria: “Aquele que não sabe, mas não sabe que não sabe, é um tolo — fuja dele! Aquele que não sabe, mas sabe que não sabe, é um simples — ensine-o! Aquele que sabe, mas não sabe que sabe, é um adormecido — acorde-o! Aquele que sabe e sabe que sabe, é um homem sábio — siga-o!”. Além do jogo inteligente de palavras, é interessante como esse ditado nos expõe diversos resultados derivados do modo como cada um aproveita ou ignora o conhecimento e a sabedoria. Faz-nos pensar que é bom darmos valor a questões como essa.

Por isso mesmo, Salomão inicia outra grande seção sobre a sabedoria com um pequeno discurso a fim de mexer com o alvo do seu ensino. Por isso, sem dar conselhos específicos nesse trecho, ele orienta seu ouvinte para que “preste atenção e ouça os ditados dos sábios”. Mas não basta ouvir conselhos, sendo preciso “guardá-los no íntimo e tê-los todos na ponta da língua”, o que quer dizer que é necessário estudar o ensino sábio a ponto de poder repeti-lo e pô-lo em prática no dia a dia. É claro que a sabedoria pode vir de muitos lugares, mas Salomão se apresenta como alguém apto para instruir e portar “palavras dignas de confiança”. É bom lembrar que a sabedoria desse mestre foi proporcionada pelo próprio Deus, o qual também o tornou um dos escritores da sua Palavra inspirada. Assim, atender aos conselhos de Salomão e de todos os demais escritores bíblicos é dar ouvidos à sabedoria.

Mas isso não serve apenas para tornar sábio o homem que era tolo. O escritor declara sua intenção ao ouvinte, dizendo que as instruções são “para que você confie no Senhor”. Em resumo, a sabedoria bíblica é abrir mão do controle sobre a própria vida, não para deixá-la sem rumo, mas para entregá-la ao cuidado e ao comando do Deus sábio, justo e redentor. Quando isso acontece de verdade, por meio da fé no salvador, todos os “conselhos e instruções” ensinados nas Escrituras saem das páginas da Bíblia e se tornam vivos naqueles que os ouvem e seguem. Mas não para por aí. Além de transformar a vida do sábio, faz com que a “verdade” também chegue a novos ouvintes, a quem Salomão chama aqui de aquele “a quem o enviou”. O mundo é transformado de um modo ou de outro quando os servos de Deus dão ouvidos às palavras do seu Senhor. Você tem sido um desses sábios?

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.