Terça, 11 de Agosto de 2020
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

O Irmão Obadias e a Lição da Porquinha

Pastoral

Pode parecer incrível, mas esse caso aconteceu com o irmão Obadias, uma ovelha minha que faleceu há exatos dez anos. Ele estava instalando uma caixa d’água para descarga num dos sanitários de uma casa quando, ao tentar rosquear no parafuso uma porca de plástico, a pecinha caiu no chão. Naturalmente, o irmão Obadias se abaixou para pegá-la, levando-a em seguida para a ponta do parafuso. A porca, no entanto, mais uma vez caiu. Obadias se abaixou novamente, outra vez pegou a porca, outra vez tentou colocá-la no parafuso e outra vez ela caiu!

Nosso amigo começou a ficar irritado. O que estava acontecendo, afinal? Impaciente, tentou de novo, de novo e de novo. E a porca, em todas as tentativas caía no chão. Obadias ficou suado. Sua camisa ficou toda molhada. Ele já estava exausto! Sentou-se para retomar o fôlego e, pensativo, resolveu que deveria pedir ajuda a Deus. “Senhor, ajuda-me a colocar essa porca no parafuso. Em nome de Jesus, amém.” Essa foi a sua oração. Ao terminá-la, levantou-se, tomou a porquinha nas mãos, levou-a à ponta do parafuso e a rosqueou até o fim!

Foi nesse dia que o irmão Obadias percebeu quão verdadeira é a lição que diz que sem a ajuda do Senhor nós nada podemos. Ele aprendeu na prática que mesmo as coisas mais simples da vida, mesmo os trabalhos mais singelos feitos quase instintivamente por nós, sem o auxílio de Deus, são impossíveis de serem realizados.

Que duro golpe isso dá em nosso orgulho! E também que grande estímulo para a nossa dependência e gratidão! Se aprendermos a lição da porquinha, certamente cresceremos em humildade, dependência e louvor.

 

Pr. Marcos Granconato
Soli Deo glori

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.