Terça, 11 de Agosto de 2020
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

A Capela da Universidade de Halle

Pastoral

O movimento pietista surgiu na Alemanha, no século 17, como uma reação à fria ortodoxia da igreja luterana. Os pietistas acreditavam que a reforma iniciada por Lutero tinha de ir além do âmbito doutrinário e litúrgico, alcançando a esfera da espiritualidade, isto é, da vida do crente na sua comunhão com Deus.

Por causa do zelo e do fervor dos pietistas, suas convicções influenciaram várias denominações, especialmente a nossa. Isso fez com que a igreja daqueles dias conhecesse uma fase marcada por profunda devoção, trabalho social e esforços missionários.

Um dos grandes centros do pietismo foi a Universidade de Halle, que August Hermann Francke ajudou a fundar. Essa universidade existe ainda hoje. É grande e bonita. No campus agora modernizado, todos os prédios são amplos e bem cuidados. Todos, exceto um: a capela. De fato, a capela da Universidade de Halle é de dar dó. O prédio velho está caindo aos pedaços, as antigas portas de madeira apodreceram e permanecem trancadas. Ao que parece, a capela serve hoje apenas para guardar sucata.

O que aconteceu? É simples. Depois da onda pietista, uma nova onda se abateu sobre a Alemanha: a onda do liberalismo. Então, os crentes deixaram de crer na Bíblia e mudaram seu conceito de Deus, de pecado e de vida cristã. Como resultado, uma nuvem de frieza, descaso e incredulidade cobriu a igreja. Assim, hoje a capela de Halle ilustra a ruína em que se encontram as igrejas européias que abandonaram a Palavra de Deus.

Temos de orar por nossa igreja. O que aconteceu em Halle pode acontecer conosco também. Completamos 68 anos. Só pela graça de Deus sobreviveremos em meio à onda pós-moderna de relativismo, individualismo e indiferença.  

Pr. Marcos Granconato
Soli Deo gloria

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.