Sexta, 05 de Março de 2021
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Download

Titulo:A promessa da glória de Deus
Referencia:Ageu 2.6-9
Notas:

Ageu 2.6-9

A promessa da glória de Deus

 

6   Pois assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda uma vez, dentro em pouco, farei abalar o céu, a terra, o mar e a terra seca;

7   farei abalar todas as nações, e as coisas preciosas de todas as nações virão, e encherei de glória esta casa, diz o SENHOR dos Exércitos.

8   Minha é a prata, meu é o ouro, diz o SENHOR dos Exércitos.

9   A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos; e, neste lugar, darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos.

 

 

Desânimo do povo:

- Eles eram poucos

- Tinham poucos recursos

- Tinham opositores mais fortes

- Estavam diante de uma obra enorme

 

INTERPRETAÇÃO DE PROFECIAS DO AT

-   Casos claros de “dupla referência” (Is 7.14-16 cf. Is 8.3-4; Mt 1.22-23).

-   Casos de aplicação no NT de profecias que tinham alvos específicos dentro do AT (Gn 13.15-16 cf. Gl 3.16).

-   Casos de profecias futuras (escatológicas) com aplicações parciais durante a história (este caso).

 

Para este último caso há dois modos possíveis de interpretação:

- Reconhecer o cumprimento futuro pleno, mas ver cumprimentos parciais na história passada (cumprimento parcial).

- Identificar como algo de cumprimento futuro e notar Deus dando exemplos menores, parciais e temporários durante a história de algo que ele um dia cumprirá (cumprimento tipológico).

 

 

3 cumprimentos escatológicos 

 

 

1. Punição dos inimigos de Deus (6)

 

21Fala a Zorobabel, governador de Judá: Farei abalar o céu e a terra; 22derribarei o trono dos reinos e destruirei a força dos reinos das nações; destruirei o carro e os que andam nele; os cavalos e os seus cavaleiros cairão, um pela espada do outro (Ag 2.21-22).

 

25Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas; 26haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados. 27Então, se verá o Filho do Homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória (Lc 21.25-27).

 

 

2. REDENÇÃO do povo de Deus (7-8)

 

28Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima (Lc 21.28).

 

5Então, o verás e serás radiante de alegria; o teu coração estremecerá e se dilatará de júbilo, porque a abundância do mar se tornará a ti, e as riquezas das nações virão a ter contigo. 6A multidão de camelos te cobrirá, os dromedários de Midiã e de Efa; todos virão de Sabá; trarão ouro e incenso e publicarão os louvores do Senhor. 7Todas as ovelhas de Quedar se reunirão junto de ti; servir-te-ão os carneiros de Nebaiote; para o meu agrado subirão ao meu altar, e eu tornarei mais gloriosa a casa da minha glória. 8Quem são estes que vêm voando como nuvens e como pombas, ao seu pombal? 9Certamente, as terras do mar me aguardarão; virão primeiro os navios de Társis para trazerem teus filhos de longe e, com eles, a sua prata e o seu ouro, para a santificação do nome do Senhor, teu Deus, e do Santo de Israel, porque ele te glorificou. 10Estrangeiros edificarão os teus muros, e os seus reis te servirão; porque no meu furor te castiguei, mas na minha graça tive misericórdia de ti. 11As tuas portas estarão abertas de contínuo; nem de dia nem de noite se fecharão, para que te sejam trazidas riquezas das nações, e, conduzidos com elas, os seus reis. 12Porque a nação e o reino que não te servirem perecerão; sim, essas nações serão de todo assoladas (Is 60.5-12).

 

 

3. Glorificação do nome de Deus (9)

 

      ► A glória desta última casa será maior do que a da primeira...

 

      ► E neste lugar darei a paz...

 

18Nunca mais se ouvirá de violência na tua terra, de desolação ou ruínas, nos teus limites; mas aos teus muros chamarás Salvação, e às tuas portas, Louvor (Is 60.18).

 

16O Senhor brama de Sião e se fará ouvir de Jerusalém, e os céus e a terra tremerão; mas o Senhor será o refúgio do seu povo e a fortaleza dos filhos de Israel.17Sabereis, assim, que eu sou o Senhor, vosso Deus, que habito em Sião, meu santo monte; e Jerusalém será santa; estranhos não passarão mais por ela (Joel 3.16-17).

 

Nesse trecho, Ageu esvazia o medo do povo assegurando-lhes que

o Senhor pretendia habitar a casa “menos gloriosa” agora

e que, posteriormente, encheria ela de esplendor.

 

 

Aplicações:

-   Uma profecia escatológica trouxe ânimo ao povo desanimado, desencorajado e entristecido (devemos olhar para o futuro).

-   Deus trabalha na história usando ferramentas do mesmo tipo das que irá usar no futuro (devemos olhar para o passado, quando Deus deu demonstrações do seu poder e amor).

-   O Senhor usa instrumentos simples e fracos até um dia aperfeiçoá-los (devemos olhar para o presente).

 

DOWNLOAD

    



Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.