Quinta, 01 de Dezembro de 2022
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

O Valor dos Dias Maus

Pastoral

O ano de 2009 acabou. Para mim, em particular, foi um ano difícil. Enfrentei problemas com irmãos em pecado obstinado, lidei com dificuldades ligadas à reforma do prédio, estive sob intensas pressões acadêmicas, amarguei casos sérios de doenças na família, fui vítima de ataques ferozes no ministério e sofri decepções muito grandes com pessoas de que gostava muito.

Felizmente, o ano terminou levando consigo a maior parte desses problemas e deixando bem pouca saudade, além da esperança de que 2010 seja menos tenso, com mais dias de alegria do que noites mal dormidas.

O que quer que aconteça, porém, como crentes é preciso recordar que a felicidade completa e perfeita não mora aqui. Ela existe, é verdade, mas tem sua região própria e essa região é o país celeste. Ora, os anos difíceis são úteis para manter os olhos dos cristãos fixos nessa esperança suprema de redenção futura.

Paulo mostrou essa inclinação quando escreveu acerca da ressurreição: Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna nos céus, não construída por mãos humanas. Enquanto isso, gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação celestial (2Co 5.1-2).

Vê-se, portanto, que se o ano de 2009 foi difícil para alguns crentes como eu, mesmo assim seu valor é incalculável, pois, conforme aprendemos na Bíblia, a chama da esperança é estimulada pelo sopro da aflição.

Ainda que esteja certo disso, porém, meu desejo a todos os irmãos e amigos da IBR é que tenham um 2010 melhor, marcado por entusiasmo, crescimento e muitas realizações.    

Marcos Granconato
Soli Deo gloria

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.