Quinta, 01 de Dezembro de 2022
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

A Origem das Virtudes Cristãs

Pastoral

Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude (2Pe 1.3).

Virtudes cristãs são os traços do caráter de Deus presentes no crente. Toda pessoa genuinamente salva se preocupa em desenvolver tais virtudes em sua vida e os que são indiferentes a esse assunto dificilmente podem ser classificados entre os cristãos verdadeiros (1Ts 4.7-8).

Segundo o texto de Pedro, os crentes têm tudo para serem virtuosos e isso lhes foi dado “por meio do pleno conhecimento” de Cristo. Conhecer a Cristo é, basicamente, ser salvo pela fé nele (Jo 17.3). Logo, Pedro está ensinando que, quando fomos salvos, Deus nos deu tudo de que precisamos para ter uma vida reta.

Disso se depreende que não há fórmulas mágicas nem estratégias sociais para que alguém se torne uma pessoa melhor. Quando o assunto é o desenvolvimento das virtudes verdadeiras no caráter humano, só há um meio de fazê-las surgir: conhecer a Cristo e crescer nesse conhecimento.

De fato, sem conhecer Jesus, o homem não pode nascer nem crescer espiritualmente. E para conhecê-lo é necessário, primeiro, recebê-lo, depois, andar com ele e aprender o que Deus diz a seu respeito (Jo 5.36-39). Quando essas coisas são provadas por uma pessoa, o poder de Deus atua nela concedendo-lhe recursos que a capacitam para a vida e a piedade. Então, o homem começa a mudar para melhor, transformando-se mais e mais na imagem daquele que o criou (Cl 3.9-10).

Pr. Marcos Granconato
Soli Deo gloria

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.