Terça, 20 de Agosto de 2019
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 27.9

  

Provérbios 27.9

“Perfume e incenso trazem alegria ao coração; do conselho sincero do homem nasce uma bela amizade” (Pv 27.9 NVI).

Diz-se que a melhor matéria-prima de perfume do mundo vem de rosas que nascem sobre as montanhas dos Balcãs. As flores, a partir das quais a adorável fragrância é destilada, devem ser colhidas na parte mais escura da noite! Os trabalhadores, portanto, começam seu trabalho logo após a meia-noite e têm cerca de duas horas para concluí-lo. A brevidade do período de trabalho é baseada em testes científicos que provaram que, durante esse intervalo escuro, as flores dão o seu perfume mais agradável, enquanto 40% do seu aroma desaparece à luz do dia.

Todo esse trabalho, feito na escuridão e no frio, se deve ao extremo gosto que temos por aromas agradáveis. É por isso que perfumes, ainda que sejam muito caros, têm um mercado mundial tão movimentado e rentável. E Salomão se vale justamente dessa realidade para servir de comparação ao ensino desse provérbio, dizendo que “perfume e incenso trazem alegria ao coração”. Perfumes e incenso tinham, já no passado, a função de encobrir alguns dos cheiros mais desagradáveis e melhorar a intimidade de um casal (Et 2.12; Ct 1.13), além de ter servido até como oferta a Deus (Êx 30.34-38). Por isso tudo, o aroma dos perfumes sempre trouxe uma sensação agradável às pessoas, afastando odores azedos para dar lugar à doçura das boas fragrâncias.

Do mesmo modo, Salomão fala de outra “doçura”, dizendo que “do conselho sincero do homem nasce uma bela amizade”. Apesar de essa tradução não dar ênfase ao aroma doce, a verdade é que o “conselho sincero” pode ser descrito como “a doçura do conselho”, qualificando-o como algo positivo e agradável. É importante dizer isso porque, muitas vezes, alguns conselhos parecem ser rudes por mexer em áreas sensíveis. Contudo, os conselhos sábios são também doces para a vida de quem os recebe, pois os livra das consequências azedas e amargas do erro e do pecado. Quem aconselha o outro acaba por fazer nascer ou por fortalecer uma “bela amizade”. A verdade é que podemos pular, correr e jogar bola com os amigos, todos eles sujos e suados, e, ainda assim, nos divertirmos bastante com eles. Porém, quando chegamos em casa ou saímos para um passeio, queremos que quem nos cerca esteja limpo e perfumado. Do mesmo modo, nossos amigos e conselheiros devem transformar nossas vidas em uma existência agradável que reflita o aroma de Cristo. Se você é criterioso com o perfume que usa, seja mais criterioso ainda com os amigos a quem preza.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.