Quinta, 01 de Dezembro de 2022
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Patrick Swayze e o Outro Lado da Vida

Pastoral

Na segunda-feira passada morreu, aos 57 anos, o ator Patrick Swayze. Ele foi vítima de um câncer no pâncreas contra o qual lutou durante vinte meses. Patrick Swayze se tornou famoso como um “símbolo sexual” do cinema. Exibido no Brasil, o filme mais famoso em que ele atuou foi Ghost – Do outro lado da vida.

Quem assistiu ao filme percebeu que a mensagem de Ghost é abertamente espírita. Na história, Swayze faz o papel de um jovem que morreu, mas cuja alma continua presente neste mundo, envolvida em um drama romântico. O filme mostra até o espírito de Swayze possuindo o corpo de uma médium para poder abraçar sua amada e dançar com ela.

O trabalho de Swayze como ator, portanto, contribuiu para a difusão da crença de que após a morte o “homem bonzinho” não tem nada a temer, mesmo que jamais tenha, mediante a fé, recebido Cristo em sua vida.

Não há nada mais longe da verdade. Na Bíblia está escrito que, independentemente da conduta, todos são pecadores. Diz que a pena do pecado é a perdição eterna e ensina que só pode ser feliz após a morte o homem que recebe a salvação que há em Cristo (Rm 6.23).

Talvez Patrick Swayze nunca tenha entendido isso. Não podemos ter certeza, porém, se foi esse o caso, infelizmente, nenhuma paz e conforto ele pôde encontrar “do outro lado da vida”.

Pr. Marcos Granconato
Soli Deo gloria

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.