Quarta, 11 de Dezembro de 2019
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 25.18,19

  

Provérbios 25.18,19

“Como um pedaço de pau, uma espada ou uma flecha aguda é o que dá falso testemunho contra o seu próximo. Como dente estragado ou pé deslocado é a confiança no hipócrita na hora da dificuldade” (Pv 25.18,19 NVI).

Em 1972, os contribuintes franceses ficaram chocados ao saber que seu primeiro-ministro não pagou qualquer imposto entre 1966 e 1969, embora ganhasse uma boa quantia. Na verdade, ele até havia pedido ao departamento fiscal um considerável reembolso. Era tudo perfeitamente legal; no entanto, não era exatamente correto em sentido moral, já que explorava algumas brechas na lei. Porém, o que mais irritou os franceses era que eles haviam se acostumado a ouvir o primeiro-ministro exortá-los a fazer sacrifícios pelo seu país e por sua economia. Aquele político hipócrita cobrou sacrifício do povo, mas não se importou em fazer qualquer sacrifício pessoal. Ele dizia uma coisa e fazia outra.

Infelizmente, dizer palavras que não correspondem à verdade não é exclusividade dos nossos dias. Salomão aponta dois casos em que a falsidade causa danos e sofrimento. O primeiro é o do “falso testemunho contra o seu próximo”. O termo tem uma óbvia conotação jurídica, contudo, o falso testemunho acontece também fora das delegacias e tribunais de justiça. Em conversas triviais, uma pessoa pode falar falsidades a respeito de outra e manchar sua imagem. Por isso, o escritor compara essa atividade a “um pedaço de pau, uma espada ou uma flecha aguda”. A intenção é criar na mente do leitor a imagem de alguém sendo ferido por pauladas, cortado por golpes de espada e atingido por flechas disparadas contra ele. Trata-se de agressões perigosas que causam ferimentos profundos e danos imensuráveis, assim como acontece quando se plantam mentiras sobre alguém em rodinhas ocultas, sem que a pessoa possa se defender ou esclarecer a verdade. Nem é preciso dizer que somente pessoas sem caráter e que não temem a Deus agem de modo tão desleal.

Desleal é também a atitude descrita no versículo seguinte, a saber, a hipocrisia. Por isso, o rei sábio fala da “confiança no hipócrita na hora da dificuldade” — e eis o segundo caso. O hipócrita aqui descrito tanto pode ser uma pessoa em quem se confiava como aquele em quem não se devia depositar qualquer confiança. Ao que tudo indica, ambos parecem ser boa gente nos momentos agradáveis. Porém, eles mostram seu lado falso justamente “na hora da dificuldade”. Por isso, Salomão os compara a um “dente estragado” com o qual não se pode contar para mastigar os alimentos, nem ter uma noite tranquila de descanso. Também os compara a um “pé deslocado” com o qual não se pode sustentar o corpo para caminhar. Por isso, afaste-se de pessoas que têm fama de não ter caráter. Normalmente, eles são mais bajuladores e solícitos que outros a fim de conquistar rapidamente uma confiança que não merecem. E quanto a você, jamais fale mentiras ou falsidades para os outros. O servo de Deus é alguém cuja verdade o completa por dentro e por fora.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.