Sexta, 13 de Dezembro de 2019
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 20.29

  

Provérbios 20.29

“A beleza dos jovens está na sua força; a glória dos idosos, nos seus cabelos brancos” (Pv 20.29 NVI). 

Certa igreja, no dia da ceia do Senhor, convidou alguns jovens para distribuir os elementos. Um deles estava calçando um tênis com cadarços coloridos que indignaram um velho, o qual se negou a participar da ceia e passou a reclamar posteriormente. Como o problema tomou vulto, a liderança da igreja aconselhou o velho e o jovem a tomarem um chá juntos. Nessa ocasião, o jovem contou suas lutas na escola, convivendo com outros alunos incrédulos — problema que o velho nem imaginava. Assim, aquele senhor contou sua experiência de vida e aconselhou o moço. Eles se tornaram grandes amigos. O jovem serviu a ceia outras vezes, mas nunca mais foi com cadarços coloridos. Quanto ao velho, nunca mais olhou para os pés do rapaz.

Como é difícil a convivência entre pessoas de faixas etárias diferentes!  A dificuldade vem de cada um se achar, de certo modo, superior ao outro e se orgulhar disso, sem valorizar os pontos fortes alheios. Para tanto, Salomão destaca características proeminentes de cada um, começando pelos moços. Ele diz que “a beleza dos jovens está na sua força”, apontando para sua vitalidade, saúde, capacidade e ânimo para fazer o que quiserem. Essa é uma qualidade que diminui com o passar dos anos e com o acúmulo de doenças e limitações corporais. Por isso, o jovem deve ser valorizado pela sua capacidade de realização. É claro que esse poder só tem utilidade se bem direcionado. Se o jovem tem muita disposição, tem também pouca experiência de vida. Juntando esses dois ingredientes é possível criar um tipo de bomba que exploda causando grandes desastres.

Por sua vez, “a glória dos idosos” está “nos seus cabelos brancos”. O enfoque não é exatamente a cor dos cabelos, mas a razão do seu branqueamento, que é o passar dos anos. É certo que a idade traz limitações físicas, mas também traz grande experiência de vida, algo que Salomão enfatiza aqui como sendo “a glória dos idosos”. Por isso, o jovem deve respeitar os mais velhos e aprender deles. É claro que a idade torna as pessoas obrigatoriamente velhas, mas não necessariamente sábias, razão pela qual o servo de Deus deve aprender e obedecer ao seu Senhor para se tornar sábio. De qualquer modo, o que esse texto propõe é que a receita do sucesso está em unir a força dos jovens com a sabedoria dos velhos, atingindo corretamente todos os alvos necessários ao bom desenvolvimento da família, da igreja e da sociedade. Se cada um souber seu lugar e o lugar do outro, há muito mais chances de haver respeito, crescimento e sucesso.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.