Quinta, 01 de Dezembro de 2022
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Flores e Lodo

Pastoral

Chuva
A quem falarei e testemunharei, para que ouçam? Eis que os seus ouvidos estão incircuncisos e não podem ouvir; eis que a palavra de Deus é para eles coisa vergonhosa; não gostam dela (Jr 6.10).

Quando a chuva rega a terra, são dois os resultados que produz: se cair em terra boa e preparada, faz com que surjam flores e relva verde; se cair em terra ruim e descalvada, só produzirá lama e lodo.

A Palavra de Deus é como a chuva e nosso coração como a terra. Uma só é a água que rega nossa vida. Porém, os corações são diferentes. É por isso que, ao aprenderem a Palavra, algumas pessoas crescem, avaliam sua vida, arrependem-se, buscam melhorar e, assim, frutificam. Outras, contudo, quando se veem diante da verdade revelada por Deus, revoltam-se, meneiam a cabeça, insurgem-se contra ela e contra quem a expõe, agridem e sentem-se ofendidos. De fato, a água límpida que cai na terra má faz surgir um cenário feio, sujo e escorregadio.

Que efeito a Palavra de Deus produz em nós? Ela provoca indignação, rancores e desejo de argumentar ou, como chuva em boa terra, faz brotar em nós a reflexão sincera e, então, as mais belas flores da virtude?

Só os corações que recebem com humilde e devoção a Palavra de Deus se tornam jardins. Os demais sempre serão lodo, demonstrando a rebeldia que sempre precede a desgraça perene.


Pr. Marcos Granconato
Soli Deo gloria

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.