Quinta, 01 de Dezembro de 2022
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Orar é Lutar

Pastoral

Oração
Em Colossenses 4.12-13, Paulo menciona Epafras, o fundador da igreja de Colossos (1.7) que fora visitá-lo em sua prisão em Roma. O apóstolo diz que, enquanto estava longe dos colossenses, Epafras orava muito por eles. Aliás, o texto dá a entender que ele tinha um verdadeiro ministério de oração, o qual exigia muito esforço e dedicação.
 
A linguagem que Paulo usa no texto mencionado para se referir ao trabalho de Epafras mostra que a oração não implica uma postura inerte, de sereno descanso mental, capaz de nos levar ao sono. Segundo o apóstolo, orar é um labor árduo, marcado por luta e disciplina, esforço e perseverança, dedicação e zelo (4.2).
 
É por isso que orar de verdade, ao contrário do que muitos pensam, não é fácil. Tanto é assim que nós oramos muito pouco. Nossa displicência é uma prova do quanto temos que nos esforçar para orar.
 
De fato, quem ora tem que se esforçar para esquecer por alguns momentos os seus afazeres, os seus compromissos e as suas preocupações. Quem ora também tem que aprender a perseverar mesmo quando a resposta não vem e ainda por cima tem que lutar contra a falta de fé que sempre se insinua em nossa mente.
 
Concentração, perseverança, fé, disciplina, tudo isso a prática da oração requer. Orar é lutar. Dessa luta, porém, sempre saímos mais fortes e com muitas vitórias.
 
Pr. Marcos Granconato
Soli Deo gloria
Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.