Segunda, 23 de Setembro de 2019
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 22.6

  

Provérbios 22.6

“Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles” (Pv 22.6 NVI). 

Conheci um menino na minha infância que era terrível. Acho que tínhamos praticamente a mesma idade. Mas apesar de eu mesmo ser um tipo que podia ser classificado como um sapeca, não havia comparação com aquele garoto. Foi um dos meninos mais mal-educados e violentos que já conheci. Mesmo assim, seus pais, que eram cristãos, nunca desistiram de ensiná-lo, apesar de parecer, algumas vezes, que a disciplina estava funcionando ao contrário. Porém, eles insistiram pacientemente e eu pude notar mudanças com o passar do tempo. Hoje, cerca de trinta anos depois, aquele garotinho se tornou um homem responsável e educado que tem seus próprios filhos. Pelo menos um dos seus pequeninos herdou uma parte do gênio paterno, algo que já foi corrigido pelo ensino dado pelo pai, o qual tem agido como seus próprios progenitores o ensinaram.

Salomão conhecia o valor da educação paterna. Ele foi instruído por seu pai, o rei Davi, mesmo quando já era um homem que havia recentemente se tornado o monarca de Israel (1Rs 2.1-9). Por isso, ensina seus leitores que são pais, dizendo: “Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela”. É claro que isso é dito levando em conta um padrão alto de valores e procedimentos. Salomão não dá, com isso, autorização para os pais ensinarem mal seus filhos, sob a desculpa de que esses são seus objetivos para elas. Tais objetivos devem ser dirigidos pela Palavra de Deus e pela boa moral, o que, obviamente, vai contra os impulsos naturais da criança. Essa é uma tarefa árdua que os pais têm a realizar e, ao efetuá-la, é certo que irão se cansar, desanimar e até se irritar, achando que todo o ensino que deram ao pequenino foi tempo perdido. Ainda assim, a ordem permanece: “Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela”.

Mas que consolo há nisso? É simples! O escritor antevê o resultado a longo prazo, afirmando que a criança que é ensinada nos bons caminhos pelos pais, “mesmo com o passar dos anos não se desviará deles”. A dureza da tarefa só pode ser mantida com esse encorajamento. É claro que Salomão, ao dizer isso, não age como um profeta, mas como um sábio. Isso quer dizer que nem sempre os melhores esforços dos pais obtêm seu almejado resultado. Entretanto, a sabedoria é capaz de perceber que, na maioria dos casos, filhos insistentemente ensinados nos caminhos do bem e no temor do Senhor acabam frutificando. Sendo assim, os casos em que crianças corretamente ensinadas se desviam são exceções à regra. Por isso, o sábio não somente percebe e entende tais verdades, como dá ouvido a elas e as pratica. O que você deve se perguntar agora é se você é sábio o suficiente para aprender a lição e segui-la até poder testemunhar os maravilhosos efeitos da Palavra de Deus.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.